Imprensa / Notícias Simplas
24/11/2017

Para palestrante do Simplás, “líder do novo milênio é o que desenvolve pessoas”

Especialista pela Universidade de Yale (EUA), Alessandra Gonzaga lançou números, reflexões e provocações aos participantes do 3º Café com RH

Se você quer enxergar prosperidade no futuro da empresa, esqueça tudo o que achava que sabia sobre liderança. “Não existe mais o batedor de bumbo, só dando ordens e cobrando”. A reflexão, com contornos de provocação, foi lançada para os cerca de 80 participantes do 3º Café com RH, promovido pelo Grupo de Relações do Trabalho (RT) do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), nesta sexta-feira (24), na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul (RS). Segundo a autora, especialista em mediação e desenvolvimento emocional pela Universidade de Yale, Alessandra Gonzaga, a conquista de resultados em qualquer organização está diretamente ligada ao lado emocional dos envolvidos.

“O emocional faz parte da razão. Pensar sobre as emoções é o primeiro passo para se compreender o conceito de inteligência emocional”, declarou. 

Alessandra foi taxativa ao delinear o perfil e as competências que o mercado atual espera de quem ocupa cargo de decisão:

“Na concepção do novo milênio, líder é o que desenvolve pessoas. É importante entregar a meta, sim, mas sem deixar um ‘rastro de sangue’ para trás. E sem esquecer que as mesmas pessoas estarão juntas, na empresa, para trabalhar no dia seguinte”.

Mestre em psicologia clínica pela Unisinos, especialista em comunicação pela Universidade de Navarra (Espanha), doutoranda em Gestão de Pessoas pela UFRGS e autora dos livros Conexões Inteligentes e A Voz do Self, Alessandra apresentou dados de uma pesquisa realizada em 2015 pelo Fórum Econômico Mundial. O estudo de 15 economias globais e 371 empresas mundiais ouviu 13 milhões de executivos de RH, diretores e líderes de nove setores industriais pelo mundo, a fim de determinar quais as competências mais desejadas em líderes de organizações a partir de 2020.

Pela ordem: soluções de problemas complexos, pensamento crítico, criatividade, gerência de pessoas, coordenação de outros, inteligência emocional, julgamento e tomada de decisão, orientação para o serviço, negociação e flexibilidade cognitiva.

No mesmo sentido, a palestrante apontou cinco atitudes de um líder com pleno domínio da inteligência emocional: seus relacionamentos parecem fáceis e bem resolvidos, eles lembram smpre aos liderados do propósito e da visão da organização, importam-se genuinamente com as pessoas, são conscientes do que dizem e fazem e, por fim, inspiram as pessoas a serem o melhor que podem ser.

“As pessoas têm a expectativa de serem tratadas como seres humanos e não como ferramentas. O afeto se tornou uma forma de trabalho. É preciso ter isso em mente”, concluiu Alessandra.

 

Plástico no sentido da vida

O presidente do Simplás, Jaime Lorandi, abriu o evento qualificando como exemplar para todos os demais núcleos de atuação do sindicato o trabalho desenvolvido pelo Grupo RT. Lorandi também destacou o processo de mudança vivido no mundo atual, em que o conhecimento compartilhado acelera a descoberta de soluções. 

E ressaltou o protagonismo do plástico nas transformações tecnológicas e na democratização da qualidade de vida ao redor do mundo:

“O plástico embala 90% da alimentação humana. Hoje, é praticamente impossível alguém beber água potável que não foi conduzida por tubos plásticos. Mais de 60% das roupas levam fibras plásticas. Isso sem falar no setor de transportes, com plástico cada vez mais inserido em carros, ônibus e aviões, ou ainda mais, na medicina. É importante que os nossos trabalhadores saibam disso, porque dá um sentido de vida ao que realizamos em nossas empresas”, finalizou o dirigente.

 

Mais de uma década em ação

O perfil e as algumas das atividades do Grupo RT do Simplás, como a terceira edição do Café com RH, realizada nesta sexta-feira, na CIC de Caxias do Sul (RS), foram apresentadas ao público pela presidente, Daniela Echer:

“O Grupo RT existe desde 2004 e hoje é composto por representantes de 17 empresas, que se reúnem mensalmente, a fim de fornecer assessoria para ações e projetos da área do plástico, além de monitorar indicadores das empresas”.

 

Fotos: Neli Alvanoz

Conheça Nossos Associados